Pular para o conteúdo principal

Postagens

O Dia em que as Abelhas Sumiram

No dia em que as abelhas sumiram, Mesmo eu estando prostrado na grama, Em meio às flores, com o sol a pino, E com o ventar silencioso em meus ouvidos, A falta delas não me perturbou.
Por que no dia em que as abelhas sumiram, Também sumiram os insetos. E mesmo eu estando com o peito nu, Com os braços estendidos, deitado no chão, A falta deles também não me perturbou.
Por que no dia em que as abelhas e os insetos sumiram, Também sumiram os pássaros. E mesmo eu estando com o peito nu, Com os braços estendidos, deitado no chão, A falta deles também não me perturbou.
Por que no dia em que as abelhas, os insetos e os pássaros, Também sumiram as nuvens. E mesmo com os olhos vidrados no céu, Recortado entre a folhagem diversa e inquieta, Por um incessante vento úmido. A falta delas também não me perturbou. Por que no dia em que as abelhas, os pássaros, os insetos e as nuvens sumiram, Também sumiram os ruídos. E mesmo eu estando com os ouvidos atentos, Sentindo o sangue pulsando em minhas orelhas, A falta deles també…
Postagens recentes

Boy (o duo)

Há uns 2 anos atrás eu estava surfando no Youtube, ouvindo coisas novas, quando me deparei com esse duo, chamado Boy. Primeiro ouvi uma versão acústica no Canalchat, que é um canal francês com muita coisa legal (clique aqui para saber mais). Depois fui atrás de mais músicas, baixei o disco e não consegui parar de ouvir! Me apaixonei pelas belas canções introspectivas e pela voz marcante da vocalista, Valeska. 

       Boy é formada por Valeska Steiner (vocal) e Sonja Glass (baixo); uma suíça, outra alemã. Elas lançaram seu primeiro álbum, "Mutual Friends", em 2011. E foi este disco que me encantou. Uma pequena obra-prima indie-pop. Todas as músicas são em inglês, e uma chegou até a tocar nas rádios timidamente por aqui: "Little Numbers". Mas minhas preferidas são "Drive Darling" e "Army", uma delicada declaração de amor às pessoas que a gente gosta e nos apoiam (família, amigos, etc). Seguem alguns vídeos lá embaixo:


        O segundo álbum…

Sing Street - Música e Sonho

É curioso como alguns filmes ou livros nos envolvem de tal maneira, que soam familiares já de início.  Obras como: Alta Fidelidade (livro e filme), Antes do Amanhecer, Antes do Por do Sol, Mesmo se Nada Der Certo, me atingiram assim, e eu me tornei fã imediatamente.

      O mesmo aconteceu comigo quando assisti a Sing Street (por sinal, do mesmo diretor de Mesmo se Nada Der Certo - Begin Again). O filme é uma homenagem à juventude, à música e aos anos 80. Como eu fui adolescente na mesma época, a película me fez "reviver" situações e sensações mágicas!


      Fora a parte nostálgica, o longa acerta em cheio no elenco e na trama, mesclando romance, música e rebeldia adolescente. O diretor John Carney, entrou definitivamente na minha lista dos preferidos. Ele, que chamou a atenção por Apenas uma Vez (Once), que eu já comentei aqui no blog, mostrou definitivamente sua habilidade em contar uma história em que a música é parte essencial, fazendo parte da narrativa. Mais uma …

Mary Jane - My Name is George

Por que hoje é sexta-feira e essa música tem um ótimo astral, segue Mary Jane da banda My Name Is George. Eu adoro ouvir novos sons e normalmente ouço muita coisa em pouco tempo. E vou marcando mentalmente o que eu gostei muito para ouvir de novo. Neste caso, eu tinha me esquecido deste grupo.


      O My Name Is George é uma banda suíça de pop-rock com 4 discos lançados, mas eu só ouvi o último, "The Bad Old Days Are Over", que é mais rock 'n roll; e o penúltimo, "Black And Blue", que tem as ótimas músicas "Why Don't U B My Luv" e "Mary Jane".        No site deles, www.mynameisgeorge.ch é possível escutar e baixar o último álbum. 





Portas

" É a lei da vida: cada vez que uma porta se fecha, outra é aberta. O ruim é que, com frequência, olhamos com demasiado afinco para o passado e encaramos a porta fechada com tanto anseio que não vemos a que acaba de se abrir. "

Albert Schweitzer

Agora

" - E quando você pensa em realizar seu sonho? - perguntou o Mestre a seu discípulo.
  - Quando tiver a oportunidade de fazê-lo - respondeu este.
  O mestre retrucou:
  - A oportunidade nunca chega. A oportunidade já está aqui. "

Anthony de Mello

Ação

" Não importa o que sintamos ou saibamos, não importam nossos dons ou talentos, só a ação lhes dá vida. Muitos de nós entendemos conceitos como o compromisso, a coragem e o amor, mas, na realidade, saber é fazer. Fazer traz a compreensão, e as ações transformam conhecimento em sabedoria. Não é possível atravessar o mar simplesmente olhando a água. "

Rabindranath Tagore