Pular para o conteúdo principal

Bob Dylan - 70 anos

       Todo mundo envelhece. Isto é fato. Mas quando vemos alguns ídolos chegando em idades emblemáticas como esta, nos faz pensar na nossa própria idade. E também em quanta água já passou por baixo da ponte.
       Pensando nisso resolvi colocar aqui duas indicações de filmes sobre o Bob Dylan, que mostram, cada um à sua maneira, o quanto ele já remou até aqui.


       O primeiro é o documentário "No Direction Home: Bob Dylan", de 2005, dirigido por Martin Scorcese. Longo, mas muito interessante, o filme mostra por meio de fotos, cenas de shows e entrevistas, o início da carreira de Bob, passando pelo seu estouro como folk idol, e encerra com toda a polêmica da sua transformação em rockstar. E em meio às cenas antigas, muitas entrevistas com Joan Baez, Allen Ginsberg, Mitch Miller, entre outros. Obrigatório e definitivo sobre o período!


        Já o segundo filme é uma visão subjetiva da carreira do Sr. Dylan: "I'm Not There", dirigido por Todd Haynes, em 2007. Essa ficção tem o pé na realidade e recria toda a história dele de maneira bem particular, a começar por dividir a personalidade de Bob em seis personagens diferentes, brilhantemente interpretados por: Cate Blanchett, Christian Bale, Heath Ledger (num de seus últimos papéis), Richard Gere, Ben Wishaw e Marcus Carl Franklin. A trilha sonora é outro show à parte, com várias releituras das músicas de Dylan. Excelente!


       Feliz aniversário Bob!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

How I Met Your Mother

Desde o início das séries de tv, um gênero que sempre rendeu boas histórias e personagens é o que aborda os encontros e desencontros da vida de solteiro. Seriados sobre grupos de amigos como "Friends" e "Seinfeld" bateram diversos recordes e conquistaram milhões de fãs pelo mundo.

      Um grande candidato a ser imortalizado é "How I Met Your Mother", literalmente: Como Eu Conheci Sua Mãe. Partindo do relato de um pai para seus filhos em 2030, de como conheceu a mãe deles. Ted, o pai, conta  suas aventuras de solteiro em Nova Iorque com seu grupo de amigos, suas ex-namoradas e casos, enquanto ele não encontra a mulher ideal para casar.

      Os personagens do seriado são muito bons e interpretados por atores muito carismáticos. Nos EUA, o programa é muito popular e já está na sétima temporada. Várias personalidades já fizeram participações, entre elas: Britney Spears, Katy Perry, Jennifer Lopez, Jorge Garcia (Hurley de Lost) e Amanda Peet. No Brasil f…

Ayo - Joyful + Gravity At Last + Billie-Eve

Esta cantora alemã/nigeriana não é muito conhecida por aqui. Mas é um imenso talento já aclamado na Europa. Ouvi sua música pela primeira vez há alguns anos, quando baixei seu excelente álbum "Joyful", de 2006. Este inclusive, recebeu diversos discos de ouro e platina no velho continente.

      Na verdade é até difícil dizer qual de seus três discos é o melhor. Em todos ela imprime elegância e personalidade com sua bela e marcante voz. Passeando por diversas vertentes, suas canções flertam com o reggae, soul, blues, e até com o rock. 

      Mas o segundo, "Gravity At Last" (2008) é definitivamente o mais conciso, mesclando reggae e música africana. O terceiro trabalho lançado, "Billie-Eve" (2011), tem o nome de sua filha e é o mais pop entre eles.

      Destaque para as canções "Down On My Knees" do primeiro álbum, "Change" do segundo, e a contagiante "We've Got To" do terceiro. Além de uma ótima versão de "I …

Jackson Pollock - A História (De Mentira)

Jackson Pollock foi um pintor norte-americano expressionista abstrato. Inovador, ele não usava pincéis ou cavalete. Sua técnica consistia em gotejar ou espalhar a tinta sobre a tela com diversos instrumentos, estando ela no chão. Esta forma de pintura se chama action painting ou gestualismo.

      As obras dele são densas, cheias de nuances. Nunca vi um quadro dele pessoalmente, mas em foto, o efeito das camadas de tinta é de uma textura rica, com profundidade. Adoro arte abstrata! Minha mãe é artista plástica e eu gostaria muito de ter herdado esse talento dela.       Abaixo, algumas telas de Pollock:



     No excelente site sobre arte, mídias e tendências: updateordie.com, vi esta bela animação francesa de Léo Verrier. Uma homenagem em curta-metragem a esse grande artista, Jackson Pollock. Deslumbrante!
Dripped from ChezEddy on Vimeo.